07 nov 2018

Consultores técnicos da Ourofino se capacitam para serem especialistas em nutrição

Na Fazenda Experimental da Ourofino Saúde Animal, em Guatapará (SP), 27 consultores técnicos da equipe comercial da empresa se reuniram para um treinamento sobre qualidade da alimentação fornecida ao gado. A iniciativa faz parte do Programa de Sanidade Animal Examina Nutre e será mais uma ferramenta para a equipe envolver e colaborar com a produtividade dos clientes da empresa. “Esses consultores se tornarão especialistas em testes a campo para verificar a qualidade da silagem fornecida ao gado. Hoje a maior parte dos custos de uma fazenda é com alimentação, por isso o produtor precisa saber se o investimento que ele faz está trazendo o retorno esperado em produtividade e lucro”, afirma Gustavo Paranhos, gerente de produtos da Ourofino Saúde Animal.

Os consultores técnicos receberam um kit com todos os equipamentos necessários para verificação da silagem. Após os testes, os dados serão armazenados numa plataforma online chamada Examina Nutre com um software que analisará as informações coletadas e apresentará os resultados do material. O software foi desenvolvido por pesquisadores da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-Usp). “Entendemos que é fundamental poder medir a qualidade das silagens em geral, não apenas a de milho. que vem sendo produzido para essas informações serem usadas tanto pelos técnicos da Ourofino quanto para o produtor.Todas as informações são geradas em menos de 24 horas, ou seja, a amostra é recebida num dia e no outro já é enviada para o técnico pela plataforma”, afirma Laerte Cassoli, gerente da EsalqLab, área que pertence ao Departamento de Zootecnia responsável por desenvolver métodos que aumentem a produtividade agropecuária. A plataforma Examina Nutre avaliará 40 variáveis da silagem, desde os teores de amido, o valor nutricional e a qualidade do processo fermentativo. “A parceria entre Ourofino e Esalq foi firmada porque queremos levar o máximo informação sobre silagem ao produtor”, conclui Cassoli .

“Com isso, a Ourofino oferecerá um serviço diferenciado e único no mercado. Com o resultado dos testes, será mais fácil para o cliente saber o que precisa ser melhorado e como nossos inoculantes e nossos probióticos podem ser usados”, ressalta Paranhos.

 

Tags


Deixe o seu comentário